Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

MT: Mulher é espancada, asfixiada e foge para não ser atropelada por ex-companheiro

 

Uma mulher de 24 anos por pouco não foi mais uma vítima de feminicídio em Cuiabá, na noite da última terça-feira (13). Na ocasião, ela foi até a casa do ex-companheiro, no bairro Altos da Glória, para cobrar o dinheiro de uma porta que ele havia danificado por ciúmes. Irritado, Diego Claudino de Oliveira, 27 anos, começou a espancar a jovem que caiu desacordada no chão. Quando ela recobrou os sentidos e tentou ir embora, o acusado ainda pegou o seu veículo e tentou atropelá-la.

A vítima relata no boletim de ocorrências (BO) que, no último domingo (11), o suspeito quebrou a porta do local onde ela mora. Então, na última terça-feira (13), ela resolveu ir cobrá-lo, para que pagasse o dano causado. Porém, o homem acabou ficando exaltado e começou a xingá-la.

Logo depois, Diego partiu para cima da mulher e começou a agredi-la, puxando-a pelo cabelo e também asfixiando-a. O acusado desferiu dois chutes no estômago da vítima, além de dois tapas em seu rosto, fazendo com que ela caísse no chão, desacordada.

Quando acordou, a vítima visualizou o suspeito com um balde d’água. A mulher então levantou e pegou o seu celular, que também havia sido danificado pelo acusado e deixou o local. Não satisfeito, seu ex-companheiro ainda pegou o carro e tentou atingi-la. Por sorte, ela conseguiu entrar em uma residência, onde se escondeu.

Mesmo assim, o homem desceu do carro e começou a andar em direção à vítima. Quando viu que ela estava com o celular, voltou a proferir ameaças: “Se você chamar a polícia eu te mato”. A mulher apresentava ferimentos no braço esquerdo, perna direita e reclamava de dores na cabeça.

A Polícia Militar então seguiu para a casa do suspeito, onde ele foi detido e encaminhado para a Central de Flagrantes, onde prestou depoimento. O caso é investigado pela Polícia Judiciária Civil (PJC).

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE