Variedades

Variedades

Fechar
PUBLICIDADE

Variedades

SpaceX recebe aprovação dos EUA para fornecer banda larga por satélite

Empresa de Elon Musk realizou fez lançamento bem-sucedido do foguete mais poderoso do mundo.

 
 -  Imagem de 2014 mostra Elon Musk, da empresa SpaceX, apresentando a nave Dragon 2  Foto: REUTERS/Mario Anzuoni/File Photo
Imagem de 2014 mostra Elon Musk, da empresa SpaceX, apresentando a nave Dragon 2 Foto: REUTERS/Mario Anzuoni/File Photo

Após lançar o foguete mais poderoso do mundo neste mês, a SpaceX recebue nesta quarta-feira (14) aprovação do principal regulador de telecomunicações dos Estados Unidos para construir uma rede de banda larga por satélites.

O presidente da Comissão Federal de Comunicações dos EUA (FCC, na sigla em inglêS), Ajit Pai, defendeu a aprovação do projeto da SpaceX para fornecer serviços de banda larga no país e em todo o mundo usando satélites.

"A tecnologia por satélite pode ajudar a atingir os norte-americanos que vivem em locais rurais ou de difícil acesso onde os cabos de fibra óptica e torres de telefonia celular não chegam", disse Pai, em nota.

Em carta de 1º de fevereiro, a SpaceX detalhou à comissão como planeja colocar os satélites em órbita.

Ainda experimentais, eles serão lançados ao espaço por um foguete Falcon 9. Aprovado pela comissão, o lançamento está programado para o próximo sábado (17) na Califórnia. O foguete transportará o satélite PAZ da operadora espanhola Hisdesat e várias cargas úteis secundárias menores.

A SpaceX não estava disponível de imediato para comentar o assunto.

Segundo Pai, essa "seria a primeira aprovação concedida a uma empresa norte-americana" para fornecer o serviço. Em 2017, a comissão aprovou pedidos da OneWeb, da Space Norway e da Telesat, para acessar o mercado norte-americano com serviços de banda larga usando tecnologia de satélite.

O controlador da SpaceX, o bilionário Elon Musk, disse em 2015 que a SpaceX planejava lançar uma divisão de internet via satélite que ajudaria a financiar uma futura cidade em Marte.

O governo dos EUA está trabalhando para tentar trazer acesso de alta velocidade à internet para áreas rurais que não possuem serviço. Cerca de 14 milhões de habitantes da zona rural do país não possuem banda larga móvel, mesmo a velocidades relativamente mais lentas.

 

 

 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE