Esportes

Esportes

Fechar
PUBLICIDADE

Esportes

Artur Oliveira planeja um passo de cada vez para o Tubarão

 
 - Comandante quer primeiro garantir a permanência da equipe na elite; depois, a ambição pode aumentar  Foto: Reprodução
Comandante quer primeiro garantir a permanência da equipe na elite; depois, a ambição pode aumentar Foto: Reprodução

Com o moral elevado, após ter chegado ao seu terceiro título na Segundinha, o que credenciou o time à disputa da elite do futebol local, o Bragantino está disposto a fazer uma boa campanha na competição. A equipe do técnico Artur Oliveira, que não disputa o Parazão há 11 anos pretende, inicialmente, se manter na primeira divisão. Mas brigar pelo topo, obviamente, também não está descartado. 

 “A gente sabe das nossas limitações. É um clube que está se estruturando, por isso é importante garantir a permanência na primeira divisão”, disse Artur em entrevista recente à imprensa bragantina. “Garantiu a permanência, aí sim, você vai procurar um algo mais, que é disputar o título. Ficar em primeiro ou segundo lugar no grupo para que a gente possa almejar uma competição nacional”, completou o experiente treinador.

As conquistas obtidas pelo Independente e o Cametá servem de estímulo ao Tubarão do Caeté. E uma coisa que Artur e seus comandados não podem se queixar, é de falta de tempo na preparação da equipe. Além da disputa da Segunda Divisão, que garante um ritmo de jogo melhor do que os concorrentes, o grupo não parou com a sua preparação para a estreia no campeonato após a conquista do título. 

A direção do Tubarão fez de tudo para manter a base do elenco campeão, conforme desejo de Artur Oliveira. Assim, os zagueiros Romário e Gabriel Lima, o atacante Marcelo Maciel e os meias Paulo de Tárcio, Keoma e P.C Timborana tiveram os seus contratos renovados. 

O grupo de jogadores conta ainda com outras atrações, recém-contratadas por indicação do treinador. Entre os novatos, estão o zagueiro Gabriel Reimão, que começou a carreira nas divisões de base do Remo, o volante Serafim, o meia Kleber Queiroz, vindo do Carajás, e o atacante Pecel Oliveira, que também disputou a Segunda Divisão do Paraense, só que defendendo o time do Santa Rosa. 

PUBLICIDADE

Curiosidades

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE