Mundo

Mundo

Fechar
PUBLICIDADE

Mundo

Mulher é presa após romper tornozeleira eletrônica no Maranhão

Na sexta-feira 13 , um homem também foi flagrado sem a tornozeleira após uma abordagem da polícia.

 
 -  Alana já havia sido presa por tráfico de drogas e associação para o tráfico  Foto: Reprodução/TV Mirante
Alana já havia sido presa por tráfico de drogas e associação para o tráfico Foto: Reprodução/TV Mirante

A Polícia Militar prendeu, na tarde deste sábado (13), Alana Marques Leal, de 29 anos. A prisão em uma rua do bairro Cidade Operária, em São Luís. Ela portava drogas e a polícia a abordou. Ao buscar mais informações sobre Alana, os policiais descobriram que ela deveria estar usando tornozeleira eletrônica.

Ela já tinha sido presa há quatro meses por tráfico de drogas e associação para o tráfico, mas foi beneficiada pela justiça para cumprir a prisão em regime domiciliar com o uso da tornozeleira eletrônica.

Alana já havia sido presa por tráfico de drogas e associação para o tráfico (Foto: Reprodução/TV Mirante) Alana já havia sido presa por tráfico de drogas e associação para o tráfico (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Alana já havia sido presa por tráfico de drogas e associação para o tráfico (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Alana confessou à polícia que jogou a tornozeleira dentro de um caminhão de lixo para se livrar do monitoramento. O sargento Luiz Alberto informou que a situação dela já deveria estar disponível à Polícia.

“Pelo fato dela ter extraviado a tornozeleira já era para ter uma informação concreta da central de custódia informando essa situação. Mas tá fraca a situação, né?”, questionou o sargento.

Na sexta-feira (12), a polícia prendeu quatro suspeitos de roubar motos para revender as peças em São Luís. Na ocasião, um dos presos também havia rompido a tornozeleira eletrônica.

Quatro homens são suspeitos de roubar motos para revender as peças em São Luís (Foto: Reprodução/TV Mirante) Quatro homens são suspeitos de roubar motos para revender as peças em São Luís (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Quatro homens são suspeitos de roubar motos para revender as peças em São Luís (Foto: Reprodução/TV Mirante)

Até metade do ano passado, 1.572 presos no Maranhão cumpriam regime domiciliar com o uso do equipamento por decisão da justiça. O monitoramento é feito pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEJAP). Além do valor da compra do equipamento, o Governo do Estado do Maranhão paga um valor mensal de 252 reais por preso.

A Secretaria de Administração Penitenciária (SEJAP) não se pronunciou sobre o caso.

 

 

 

PUBLICIDADE
Saúde e Bem Estar 7 cuidados que devemos ter quando vamos entrar ou sair do inverno
Ecologia Impressionante: Formigas criam pulgões como humanos domesticam gado
Saúde e Bem Estar Como você mantém bananas frescas por mais tempo? A solução está bem na sua cozinha
Variedades Super Heróis em situações inusitadas
Turismo Vila construída embaixo de uma rocha
Personalidades Os 23 atores de séries mais bem pagos
Variedades Você sabe quais são os lugares mais seguros no avião?
Ecologia Vídeo: Vespa se alimentando
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE