Cidades

Cidades

Fechar
PUBLICIDADE

Cidades

Justiça suspende liminar e permite que veículos com IPVA atrasado sejam apreendidos em Goiás

Detran-GO diz que todo veículo que for abordado e estiver com o pagamento do tributo pode ser retido; OAB-GO informou que vai recorrer da decisão.

 
 -  Com decisão, condutores poderão ter veículos retidos em blitzes  Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Com decisão, condutores poderão ter veículos retidos em blitzes Foto: Reprodução/TV Anhanguera

O Tribunal de Justiça de Goiás suspendeu, na sexta-feira (12), a liminar que impedia que veículos com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) vencido fossem apreendidos. De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-GO), com a decisão, todo veículo que for abordado e estiver com o pagamento do tributo pode ser retido.

O desembargador Zacarias Neves Coêlho acatou, na decisão, o pedido do Estado, que alegou que a apreensão de veículos com o Certificado de Licenciamento de Registro do Veículo (CRLV) atrasado, taxa vinculada ao IPVA, é prevista no Código Brasileiro de Trânsito e visa manter a “segurança” do trânsito.

Com o documento, a liminar da juiza Zilmene Gomide da Silva Manzolli, expedida em dezembro do ano passado e que atendia o pedido da Ordem dos Advogados do Brasil em Goiás (OAB-GO), fica suspensa.

Em nota ao G1, o presidente da OAB-GO, Lúcio Flávio Siqueira de Paiva informou que vai recorrer da decisão. No texto, o representante disse que a instituição “respeita, mas discorda do posicionamento do magistrado”. Ele afirma que, nos próximos dias a Ordem vai interpor um agravo interno, medida que permite ao desembargador rever a posição.

“A apreensão do automóvel por dívida de imposto caracteriza confisco. A ferramenta adequada, entende a Ordem, seria a execução fiscal, não o sequestro do bem de modo sorrateiro, sem cobrança ou citação.

A gerência de comunicação do Detran-GO divulgou nota em que afirma que órgão já começa a cumprir a decisão e que é “indispensável” que o motorista esteja de posse do CRLV, que só é emitido após a quitação de todos os débitos vinculados ao veículo.

“É dever da autarquia aplicar a lei federal, sendo que a multa aplicada ao infrator tem por objetivo não somente puni-lo, mas também inibir a prática de condutas que põem em risco a segurança das pessoas e de seus bens. Assim, deve ser considerada a exigência de pagamento das multas e do IPVA para fins de licenciamento”, diz a nota divulgada no site do órgão.

  • Veja o calendário de pagamento do IPVA 2018 em Goiás

Veículos só poderão circular com documentação em dias em Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera) Veículos só poderão circular com documentação em dias em Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Veículos só poderão circular com documentação em dias em Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Liminar

A liminar que determinou a suspensão imediata da apreensão de automóveis que estivessem com o IPVA vencido foi tomada pela juíza Zilmene Gomide da Silva Manzolli no dia 19 de dezembro do ano passado.

O documento pedia que os órgãos de trânsito permitissem que os motoristas pagassem as taxas de licenciamento e outros débitos separados do IPVA, para que pudessem expedir o Certificado de Registro do Licenciamento de Veículo (CRLV). A multa estabelecida no caso de não cumprimento da medida era de R$ 10 mil por dia, com teto de R$ 100 mil.

Veja outras notícias do estado no G1 Goiás.

 

 

 

PUBLICIDADE
Turismo Nazistas construíram edifícos maciços durante a guerra para proteger cidades de ataques aéreos
Ciência 2037, ano do apocalipse do chocolate, que pode desaparecer.
Comportamento 8 segredos da linguagem corporal que usam todas as pessoas bem sucedidas. A 6ª é essencial.
Saúde e Bem Estar Por que você deve dormir nu
Mangás e Animes Oito curiosidades que você não deve saber sobre os Simpsons
Comportamento Se você tem algum desses nomes há chance de se casar em 2018
Ecologia Conheça as incríveis formigas Pote-de-Mel
Comportamento Você tem uma vida feliz se pode responder a essas perguntas!
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE